Moodboard: uma nova perspectiva na hora de criar a identidade da sua marca

Moodboard: uma nova perspectiva na hora de criar a identidade da sua marca.

O processo criativo e de desenvolvimento de uma nova marca não é tão simples e exige muito tempo de planejamento para que tudo saia do melhor jeito. Para facilitar isso, os profissionais de criação começaram a usar o moodboard, um quadro de referências que traduz visualmente e materializa o que foi definido nas etapas de branding.

Esse painel de ideias reúne imagens, fotos, cores, objetos e até palavras ou frases que transparecem a essência da empresa, a mensagem que ela pretende passar. Porém, ele não é apenas uma representação visual, é um conjunto de informações representado pela emoção que se deseja retratar em toda a obra – porque é a emoção que cria a aparência de uma marca e a conexão com o consumidor.

O moodboard não precisa, necessariamente, ser usado para fazer publicidade: ele pode ajudar na hora de trocar a decoração de um quarto ou de organizar um evento, por exemplo. Ele pode ser físico ou digital, e o processo de criação de qualquer um dos jeitos segue a mesma linha.

Utilizando materiais como revistas, adesivos, papéis e canetas, cada pessoa que estiver participando da criação da marca deve selecionar imagens, frases ou objetos que mais conversem com o propósito da marca e com a mensagem a ser passada. Depois, é necessário explicar o porquê de ter escolhido cada elemento e defender essa ideia.

Ao final, os criadores devem conversar sobre o que está faltando e discutir se tudo o que está ali realmente faz sentido, ou não, para a construção da nova marca.

Dicas de amigo

Se você se sentiu inspirado para fazer um moodboard mas não sabe como, aqui vão algumas ferramentas que te ajudarão na hora de criar:

1. GoMoodboard

Essa plataforma disponibiliza modelos prontos para criar o moodboard, assim como páginas em branco para quem quer abusar da criatividade. Ela é bem prática e fácil de mexer, e o melhor de tudo, é grátis!

2. Niice

Bastante dinâmico, o Niice possui uma versão gratuita e uma paga, na qual pode-se obter mais recursos e um número ilimitado de quadros por um preço que vai de US$9 a US$45 por mês.

3. Pinterest

Quando se pergunta sobre fontes de referências, o Pinterest é líder nas respostas. 100% gratuito, ele é um dos recursos mais rápidos e simples que pode ajudar na criação de um moodboard e possui até um aplicativo para o celular!

4. Milanote

É uma ferramenta usada não apenas para criar moodboards, mas também para fazer to-do lists, anexar fotografias e escrever anotações. O Milanote possui um plano gratuito e um pago. Ele é bem reconhecido por ser utilizado tanto por profissionais que trabalham sozinhos quanto por grandes equipes.

O moodboard é uma ferramenta que abre a mente dos designers para novas perspectivas durante o processo criativo dos produtos. Como um grande painel de referências para o cliente e para o criador, as colagens ajudam, e muito, no desenvolvimento da identidade de uma marca.

Texto por Juliana Eichler

Arte por Isabella Silveira.

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png