O marketing na era da internet

Em uma pesquisa rápida sobre o significado de marketing, a definição mais encontrada é, provavelmente, a de Philip Kotler – um dos maiores especialistas da área no mundo –, que define o ramo como “a ciência de criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro”. Nas últimas décadas, com a democratização da internet, a realidade e os hábitos de consumo das pessoas mudaram drasticamente. É por isso que, no mesmo período, tantas transformações tiveram de ser feitas no universo do marketing, para ele se adaptar às novas necessidades do público.

Mesmo considerado uma das áreas mais antigas da comunicação (alguns estudiosos relacionam a sua origem à criação da prensa), o marketing não saiu ileso da influência das novas tecnologias digitais. As transformações causadas pela internet se apoiam, majoritariamente, em dois pilares: no aumento do número de E-commerces – as lojas de comércio online – e na migração do comprador das mídias tradicionais, como televisão e rádio, para a navegação na internet.

Em pesquisa encomendada pelo PayPal e intitulada “O Perfil do E-Commerce Brasileiro 2017”, estima-se que cerca de 600 mil lojas virtuais com ritmo de expansão semelhante ao de lojas físicas existam hoje no Brasil. Além disso, percebe-se maior dissociação do ambiente comercial online do offline. O CEO Thoran Rodrigues da BigData Corp, colaboradora da pesquisa, salienta que “em 2016, 13,46% dos e-commerces também possuíam lojas físicas. Esse percentual caiu drasticamente para 4,93% em 2017”.

Ainda as mídias mais tradicionais para se vender, como a televisão e o rádio, perdem espaço para a internet a cada dia que passa. O tráfego de visualização online é mais específico e segmentado, o que atrai tanto as empresas, uma vez que o custo de divulgação é menor, quanto o consumidor, já que ele receberá mais anúncios de seu interesse. Isso é comprovado pela pesquisa da ConsumerLab, na qual 43% das pessoas já consideram anúncios online mais relevantes do que os da TV e não se importariam em ceder mais dados às empresas se isso os ajudasse a receber anúncios e conteúdos mais relevantes.  

O fato é que, com a internet, o marketing reage a novos desafios diariamente. Com tantas mudanças na forma de relacionamento com o consumidor, exige-se novas estratégias e técnicas da área, de forma a atingir os seus objetivos neste mundo globalizado e conectado pela rede. Para manter a prosperidade, não é mais seguro confiar em antigas práticas de negócios, visto que o ramo lida com mudanças intrínsecas à realidade do consumidor. No fim, o marketing mudou tanto porque o mundo se transformou da mesma maneira.

Texto por Fernanda Gonçalves Arte por Raquel Ribeiro 

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png