Aperte o Play, ou melhor, o Start!

Por Ana Tereza Libânio


Ter o próprio negócio é o sonho de milhões de brasileiros. Gerenciar a empresa, coordenar a equipe, ser o próprio chefe e impactar a sociedade são incentivos para quem quer ser um empreendedor. Diante de um mercado de trabalho competitivo, muitos jovens apostam na criação das startups.

O termo startup surgiu há algumas décadas nos Estados Unidos, mas só ficou popular depois do período chamado “bolha da internet”, entre 1996 e 2001. Costuma-se entender a expressão startup como sinônimo de empresa recém-criada (do inglês: “iniciar”, “começar”). Outras vezes, usamos o termo para fazer referência a companhias de pequeno porte, mas que chamam atenção pelos produtos e serviços inovadores.

Para melhor definir, podemos afirmar que uma startup nada mais é que uma equipe de pessoas a procura de um padrão de negócios repetível e escalável (com condições para crescer) e que envolve incertezas e riscos. Normalmente, trabalha com tecnologia e, por estar em fase de constituição, aposta em ideias que geram lucro. Também investe em pesquisas e investigações.

De acordo com a organização Anjos do Brasil que apoia o empreendedorismo de inovação no país, mais de 620 milhões de reais foram investidos em startups só em 2013. O risco dos negócios dessas empresas é alto devido à inexperiência e inexpressividade inicial das empresas. Entretanto, os investimentos iniciais costumam ser de baixo custo e as expectativas de crescimento, muito positivas quando o negócio se consolida.

No Brasil, algumas startups chegam a ter alcance mundial, como é o caso da EasyTaxi. O aplicativo da empresa permite chamar um táxi com apenas um clique no celular. No último ano, a EasyTaxi alcançou o recorde de 3 milhões de downloads e 90 mil taxistas cadastrados pelo mundo.

Não há receita que ensine a maneira correta de empreender. O mercado das startups mostra que se arriscar com garra e força de vontade pode trazer retornos muitas vezes inesperados e positivos. Um pouco do empreendedorismo brasileiro é revelado pela série “Vai que dá”, produzida pela Endeavor Brasil. Os episódios retratam a história de seis empreendedores que buscam transformar o mundo por meio de suas empresas de tecnologia. Confira o trailer oficial da série:


#pesquisa #startup #empresa #EasyTaxi #AnjosdoBrasil #lucro #Vaiquedá #inovação #investimento #tecnologia #empreendedorismo #negócio #riscos

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png