Técnicas de vendas remotas para melhorar o seu negócio

Arte por Luiza Dantas Texto por Bernardo e Felipe

A crise do novo coronavírus tem mudado muitas empresas e o modo como elas se comunicam com o seu público. Na maioria das cidades, os comércios se encontram fechados, impossibilitando que comerciantes vendam produtos ou serviços no seu espaço de trabalho.

Desse modo, as pessoas têm se adaptado a essa nova realidade, sendo obrigadas a fazerem vendas longe do espaço físico de sua empresa. Estas são as chamadas vendas remotas.

O que são vendas remotas?

Como o próprio nome já diz, são basicamente maneiras de vender um produto ou serviço sem precisar sair da empresa e ir até o respectivo lead. Tudo isso é feito e elaborado à distância, sem precisar de encontros presenciais.

As técnicas de vendas remotas surgiram com a necessidade das empresas de ir além de somente aumentar sua produtividade, otimizarem seu tempo e recursos. Visto que a eficácia das vendas é muitas vezes menor, traz mais gastos e, continuamente, prejuízos com o deslocamento de vendedores e a técnica de porta em porta.

Sendo feitas com esse formato, cada venda será mais personalizada para o lead que é prospectado. Há menos tempo desperdiçado em deslocamentos e mais tempo para a elaboração de uma proposta ou até mesmo para pensar em argumentos que o façam desenrolar mais rapidamente no funil de vendas e se tornar um cliente da marca.

Com o desenvolvimento do mercado on-line, o setor de vendas remotas cresceu e se inovou muito. É um processo de modernização que vem acontecendo com diversas empresas que eram habituadas a fazer suas vendas de porta em porta. Mesmo o mercado de cosméticos, que se consolidou com vendas de consultores de beleza independente nas ruas, mudou seus métodos e passou a fazer cada vez mais vendas remotas.

Técnicas de vendas remotas

  1. MGM (“Member Get Member”)

Nessa estratégia, é utilizado um sistema de troca em que o cliente que trouxer um novo comprador, ganha descontos e/ou promoções. É muito usada em plataformas virtuais também. Você indica um amigo e, na primeira compra, ambos ganham desconto. Isso faz com que a marca não tenha que ir atrás dos clientes, pois o próprio consumidor acaba por trazer mais com a finalidade de obter benefícios.

A Uber é um bom exemplo de empresa que usa dessa estratégia. Oferece benefícios em troca de indicação a amigos por meio de um código que você pode compartilhar. A pessoa que fizer um novo usuário cadastrado com o seu código ganha um desconto em sua primeira viagem, assim que a primeira viagem acontecer, o indicador do cupom ganha um desconto de até R$10 na sua próxima viagem.

Promoção Uber

Fonte: App do Uber

Isso traz vantagens como:

– Menor custo de captação de consumidores;

– Maior fidelização de clientes à marca;

– Aumento na taxa de satisfação e diminuição da taxa de empecilhos, uma vez que como foi indicada por um amigo a pessoa já tem uma “ideia” e expectativa pré-formada da marca.

  1. Chat On-line

O chat on-line é uma forma de atender clientes rapidamente, tirar suas dúvidas e fazer sugestões. Isso pode acontecer de algumas formas: pode-se utilizar um atendente real que oferece mais explicações ou robôs que são usados principalmente pela rapidez nas respostas.

Esse contato com o cliente pode ser feito no próprio site ou loja virtual da empresa. Quando se diz respeito ao site, uma boa solução é fazer um ícone de chat em algum lugar visível da sua página. Assim, sempre que o cliente tiver uma dúvida sobre seu produto, ele sabe onde procurar a resposta. A Cacau Show é uma das muitas empresas que usam chat on-line para oferecer um atendimento personalizado.

Chat online Cacau Show

Fonte: Site da Cacau Show

O Facebook também é um bom jeito de usar chat. Por meio do Messenger, empresas como Casas Bahia começam seu atendimento ao cliente com robôs mandando mensagens automáticas. Interessante ver também como ele pode ser utilizado para passar recados importantes sobre sua empresa e prestar esclarecimentos:

Robô de atendimento da Casas Bahia

Fonte: Facebook Messenger da Casas Bahia

O chat on-line traz vantagens como:

– Atendimento instantâneo ao cliente;

– Aumenta a taxa de conversão de vendas no seu site, pelo motivo de levar a informação certa no momento que o cliente se encontra interessado na compra;

– Possibilita um atendimento personalizado ao cliente, mesmo à distância.

  1. E-mail Marketing

É uma estratégia de marketing digital onde a comunicação entre empresa e consumidores é realizada via e-mail. Esse modo de chegar ao seu público já foi muito criticado no passado, sendo muitas vezes denominado como spam. Porém com o avanço da comunicação, esta passou a ser uma ferramenta muito útil de como chegar ao público certo, com a informação certa e quando for necessária.

Para o e-mail marketing é necessário ter uma grande mailing list: uma lista de contatos para a qual serão disparados os e-mails. É importante saber que o mailing deve ter um perfil de acordo com seu público-alvo, assim não se corre o risco de ofertar produtos para clientes totalmente desinteressados em seu mercado.

Importante: Não compre mailing lists. Comprar nunca vai entregar um resultado satisfatório, começando pelo fato de que você não sabe se aqueles e-mails foram obtidos com consentimento de seus proprietários (a falta de consentimento não é aconselhada). Além disso, ela não vai vir com contatos que sigam seu perfil de cliente, e provavelmente vai ter boa parte dos e-mails enviados parando na caixa de spam.

Já que você não pode comprar uma lista, como obter uma você mesmo? A regra número um é que o endereço de e-mail deve sempre ser obtido com aprovação do seu dono. A partir daí existem alguns métodos para lhe ajudar a conseguir construir:

  1. Ofereça produtos atraentes ao cliente, exigindo de volta apenas seu endereço de e-mail. Faça e-books, minicursos ou uma palestra on-line. Em suma, tem de ser um produto que o possível cliente enxergue valor, para que assim ele lhe dê de volta uma informação pessoal;

  2. Você tem um blog no seu site? Se não, é melhor criar e começar a escrever conteúdo nele. Se sim, faça um formulário nele convidando o seu consumidor a assinar sua newsletter. Newsletter é um boletim informativo para assinantes onde você manda informações sobre determinado assunto. A nossa, por exemplo, aborda temas como comunicação e vendas.

Depois de ter a mailing list, o que você faz? A não ser que tenha um grande pessoal responsável pelo seu disparo de e-mail, é recomendável usar uma plataforma especializada em e-mail marketing. Existem diversas ferramentas que podem ajudar nesse processo. A Mailchimp que tem versão gratuita, a RD Station e a Mailfy são bons exemplos.

Por que é importante que você use uma dessas plataformas? São serviços criados exatamente para essa prática. Eles sabem o caminho que deve ser trilhado e a taxa de entrega vai ser maior, ou seja, menos e-mails vão parar na caixa de spam. Eles te darão estatísticas: quantas pessoas receberam, quantas pessoas abriram seu e-mail, quantas pessoas marcaram como lixo eletrônico. E um dos pontos mais importantes: eles vão automatizar esse processo, o que vai economizar muito tempo e mão de obra.

O e-mail marketing traz vantagens como:

– A possibilidade de um enorme alcance da sua mensagem;

– Cria uma relação com seu público. No momento que o possível cliente assina a sua newsletter você tem uma oportunidade de manter um contato constante com aquele assinante;

– É uma ótima oportunidade de promover os conteúdos da sua empresa e anunciar promoções para pessoas interessadas.

  1. E-commerce

O e-commerce trata-se de um canal de intermediação on-line em que consumidores fazem e acompanham as compras de maneira totalmente remota e facilitada, via internet. Essa ferramenta pode ser usada e aplicada em praticamente todos os tipos de negócios ou transações que dependam de transferência de informações, seja para vender um produto, um serviço ou até mesmo para acerto de contas.

Ele é muito popular e pode ser visto em basicamente qualquer site de compras, lojas virtuais e até mesmo aplicativos como o Instabuy, que permitem você colocar a sua loja dentro da plataforma, para aumentar consideravelmente o número de acessos e consequentemente potencializar as vendas.

Página inicial do app

Fonte: Play Store/ Aplicativo Instabuy

Traz vantagens como:

– É uma plataforma 24h, ou seja, as pessoas podem comprar quando sentirem vontade ou em qualquer momento que precisarem;

– Atendimento automatizado e intuitivo, voltado justamente para os clientes da marca;

– A possibilidade de expansão e crescimento no mercado é muito maior.

Agora que você sabe algumas das melhores técnicas de venda para o momento de isolamento social que passamos, considere qual é mais apropriada para o seu modelo de negócio e mão na massa!

Quer saber mais sobre como impulsionar o seu negócio com o marketing digital?

Fale conosco! Uma boa comunicação não é um luxo para a sua empresa, mas sim uma necessidade.

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

(61) 3107-6533

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png