Junket: ajuda de custo ou jabá?

Arte por Wenderson Oliveira Texto por Lucas Santos

Toda reportagem produzida por um jornalista possui despesas. Tempo empreendido, passagem aérea e gasolina são gastos que podem surgir. Algumas empresas oferecem presentes e ajuda de custo aos jornalistas para suprir possíveis rombos nas finanças, isto costuma acontecer nos Junkets.

Nesses eventos, empresas convidam a imprensa para cobrir o lançamento um produto. Parte dos veículos não aceita os presentes, outra deixa o responsável pela pauta decidir. Uns oferecem kits para as equipes, alguns oferecem dinheiro.

Concordar com o que é ofertado ou não? O jornalismo precisa ser imparcial e os presentes oferecidos por empresas ou eventos podem influenciar diretamente no tom crítico que a matéria tomará.

Em 2013, a produção do filme Alemão deixou 200 reais para jornalistas que estavam presentes na sessão exclusiva do filme. A Folha de São Paulo publicou uma nota em que criticou a ação, noticiou a recusa do dinheiro e se posicionou contrária a prática. A equipe do filme respondeu justificando que a quantia era ajuda de custo com as viagens. Outros veículos se assustaram com a posição da Folha. A exibição de filmes para jornalistas e entrevista coletiva é algo normal e gera interesse da imprensa na cobertura.

Os jornalistas possuem código de ética que necessita ser respeitado. Muitos veículos não pagam os custos de viagens de seus funcionários. Isso implica a questão: Até que ponto é antiético o jornalista aceitar ajuda de custo e presentes, se muitas vezes não recebe ajuda de sua editoria?

#junket #jornalista #filmealemão #jornalismo #coberturadeeventos #dilemaético #folhadesãopaulo

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png