15 Dicas para escrever uma boa Redação Publicitária

Texto por Ana Laura Barros e Luana Lima Arte por Luiza Dantas

O que é Redação Publicitária?

A Redação Publicitária vai além da produção textual em si. É uma técnica que conceitua uma campanha de marketing por inteira, ou seja, está presente em todo o processo criativo da divulgação de alguma ideia, produto ou serviço.

Em sua essência, ela serve para gerar conexão entre a marca e os consumidores. Já que toda peça gera uma reação, uma boa peça deve gerar identificação.

Assim, para escrever uma redação eficiente, é preciso segmentar e compreender muito bem o público, no intuito de adequar a linguagem e estratégias a ele.

Fonte: UOL notícias / Internet O outdoor produzido pela PS Media, agência de publicidade de Santos, aplica de forma objetiva a técnica apresentada e impacta os leitores. A ironia das palavras utilizadas pelo redator se destaca e denota a intenção da campanha: o respeito ao distanciamento social na luta contra a Covid-19. Outro exemplo interessante é o da empresa Insetisan, na qual o uso de trocadilho caiu muito bem à marca, o que demonstra bastante criatividade e, consequentemente, aumenta as chances de atrair mais consumidores.

Fonte: Reprodução / Internet

Agora que você já entendeu seu significado e valor, o que acha de aprender como aplicar a técnica com 15 dicas práticas? Lá vai!

1. Se expresse com clareza

Para a construção de um bom texto, é indispensável que o leitor entenda a informação que você deseja transmitir. Portanto, evite usar palavras difíceis e técnicas ou expressões estrangeiras, invista em frases curtas e objetivas. Se o leitor-cliente não absorver a sua mensagem, possivelmente ele não vai conseguir entender o que você deseja vender e a sua ação de divulgação não trará resultados satisfatórios.

2. Lapide o seu texto: a concisão é uma virtude

Um texto longo não é um selo de qualidade. Na Redação Publicitária, a qualidade de um texto é medida através da capacidade de compreensão que ele proporciona. Logo, ofereça um conteúdo interessante usando poucas palavras. Revise o seu texto e preze por manter apenas o necessário, pois raciocínios curtos auxiliam o texto a não perder o rumo e fazem o leitor entender a proposta sem se perder em pensamentos.

3. O Conteúdo é muito relevante

No universo da publicidade existe um princípio que afirma: “o importante não é como você fala, mas o que você fala”. Em outros termos, o assunto da sua divulgação é mais importante do que o local em que o anúncio será veiculado. Concentre-se na qualidade do conteúdo que você está produzindo para que ele chame a atenção do seu leitor em meio a tantos anúncios e textos.

4. Conheça o público-focal

Pesquise quem são as pessoas que o seu anúncio deseja comunicar, ou seja, saiba quem é o seu público-focal. Uma comunicação direcionada permite que você use a mesma linguagem do seu consumidor e o conquiste mais facilmente, além de fazer com que o seu material ganhe credibilidade. Afinal, do que adianta ter um discurso bonito se ele não se conecta com o seu público?

5. Persuasão

A persuasão é um divisor de águas — divide os textos normais dos textos publicitários. A comunicação persuasiva é uma habilidade que pode ser usada para convencer o consumidor de que os seus produtos ou serviços são indispensáveis para a vida dele. Seja atencioso, pois esse é um ponto crucial para a sua redação. Crie uma ligação com o seu leitor e convença-o de que ele precisa do seu produto/serviço, mas faça isso sem que ele perceba a sua intenção. Uma dica de ouro: evite o uso das palavras “precisa”, “peça”, “contrate”, “compre”.

6. Chame a atenção

Ser destaque em meio à concorrência é um desafio e tanto, então fuja do óbvio e do genérico. Caso contrário, você será só mais um no meio da multidão. Portanto, use títulos que surpreendam o leitor e chamem a sua atenção. Outra técnica interessante é o uso do neuromarketing. Comentamos aqui no Blog sobre o Marketing de Memórias, serviço que se relaciona com essa área de estudo, a qual analisa como o cérebro humano interfere no comportamento do consumidor.

7. Faça perguntas

As perguntas durante o texto atraem o leitor e fazem com que ele se sinta parte da conversa. A estratégia deve ser usada com moderação, ou ele pode acabar se confundindo.

8. Use trocadilhos

Os trocadilhos são recursos interessantes de se ter em uma redação publicitária, pois tornam o texto mais atraente. No entanto, você deve utilizá-los com cuidado e criatividade para não tornar o texto cansativo.

9. Fale mais dos clientes e menos do seu produto

As pessoas não se importam muito em saber as características do produto ou do serviço em si, elas querem saber o que aquilo vai melhorar na vida delas. Foque no valor que a sua empresa vai transmitir para o consumidor. A empatia é uma grande aliada, se coloque no lugar do cliente e entenda qual é o problema que ele quer resolver.

10. Seja honesto

Ficou no passado a ideia de que as publicidades devem ser enganosas. A era digital transformou os consumidores em verdadeiros detetives, nada passa despercebido. Seja sincero em sua redação e fique longe das mentiras, elas podem arruinar o seu propósito inicial.

11. Saiba onde o seu anúncio vai estar

Saber onde o seu texto será veiculado faz toda a diferença e te auxilia a pensar em uma abordagem personalizada ao leitor daquele local. Estude a plataforma e colha informações que podem te ajudar a ter uma “sacada” de marketing genial.

Vale lembrar que a redação publicitária está em todas as mídias de propaganda, desde banners até redes sociais, sites e blogs.

12. Mantenha o ritmo e a sonoridade

Dê uma lida no seu texto em voz alta e verifique se ele não ficou incompleto, repetindo palavras ou com ecos. A leitura precisa ser confortável.

13. Trabalho em equipe

O trabalho em equipe é fundamental para um bom redator publicitário. Nenhuma campanha têm êxito sozinha, elas sempre estão acompanhadas por dados de inteligências, peças gráficas e elementos desenvolvidos por outros profissionais. É importante manter uma relação saudável com a equipe para que ideias boas não sejam perdidas e que a campanha tenha o melhor resultado possível.

14. Call to Action

Você já ouvir falar de Call to Action (CTA), traduzido de forma livre como Chamada para ação? É um técnica que convida o consumidor impactado pela mensagem a realizar determinadas ações (o ideal é utilizá-los ao fim do texto). Alguns exemplos pra você entender melhor: “entre em contato”, “inscreva-se”.

15. Quanto mais revisão, melhor

A revisão é essencial, pois muitos erros acabam passando despercebidos. Peça a opinião de terceiros e não relute em fazer alguma mudança que vá melhorar a sua redação.

Gostou das dicas? Com a Facto, você nunca estará sozinho. A manada está aqui para te ajudar a planejar, criar e vender. O que acha de produzirmos juntos o seu futuro na comunicação?

0 visualização

Sobre nós

Funcionamento

Segunda a sexta

das 14h às 18h 

Venha nos visitar

UnB, Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, bloco A, térreo, FAC, sala AT-636, Asa Norte, Brasília.

linkedin (1).png
behance.png
instagram (1).png